117 | vai ficar tudo bem

Tá tudo bem. Tá tudo bem? Tá tudo bem, bem. Tudo tá bem, tá bem? Tudo, tá tudo bem, bem!

Não tem culpa nenhuma nessa história e se existe culpa então ela está tão dividida entre a gente que na verdade tanto faz. Sujamos nossas mãos com nosso próprio sangue sem nos fazer sangrar e mesmo assim sangrando.

Acho que também faz parte.

Nada muda o que já foi, como foi e nem o tanto que foi. Nada muda o que faz a gente a gente e que continua pra sempre com a gente. E ainda assim tanta coisa mudou, tanta coisa e tudo ao mesmo tempo, tão ao mesmo tempo que a gente se bagunçou se derrubou se levantou e no final saímos confusos e talvez um pouco perdidos, mas bem.

Tenho orgulho da gente. Eu morro de orgulho da gente, sabe? De você, de mim e de tudo o que a gente já fez junto e que eu tenho certeza que ainda vai fazer porque apesar de as coisas estarem lentamente mudando só que muito rápido, tudo continua como sempre foi e como sempre deveria ter sido porque é assim que é.

Pra onde tudo isso vai nos levar eu não sei, mas aos poucos a gente vai descobrindo como viemos descobrindo esse tempo todo, abrindo o mato com facão e se amando muito pelo caminho. É fácil andar do teu lado e talvez por isso seja tudo tão confuso.

O que isso significa?
Não sei, o que isso significa pra você?
Não sei também.

30 de dezembro de 2022

--

--

pelo visto esse é o meu diário

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store