137 | carinho

aérea
1 min readJan 21, 2023

Queria conseguir falar sobre tudo isso como acontece, mas é tanto que me escapa. Não me considero boa em colorir palavras então rabisco o que vejo com a única caneta preta que tanto gosto. Cores às vezes distraem do que acontece e quando aquilo que acontece é tão bonito não ouso correr o risco de me distrair, então rabisco aquilo que vejo com a única caneta preta que eu tanto gosto.

Quando faz sentido, faz. Quando encaixa, encaixa. Quando flui, flui. Não resta dúvida, não tem mas. Conversamos, conversamos e nos entendemos. Concordamos, discordamos, tanto faz, de qualquer jeito se acrescenta. Entre a pele do dedo e a pele das costas não sobra espaço.

Com carinho no olhar, com compreensão na voz, com respeito ao silêncio, com abacate, limão e açúcar mascavo no sanduíche de cogumelo e cenoura crocante e fresca de lanche da madrugada. Queria conseguir falar sobre tudo isso como acontece, mas é tanto que me escapa.

19 de janeiro de 2023

--

--