161 | você vai ter que esperar um pouco, mas aguenta firme porque vai valer a pena

aérea
2 min readFeb 13, 2023

É como se eu soubesse que esse momento estava chegando quando não muito atrás relembrei desse dia e o senti acontecendo tudo de novo. A memória veio como um aviso: lembra bem, você vai precisar saber o que falar.

Poderia ter sido qualquer outro dia e talvez até hajam dias melhores. Talvez eu tenha que me repetir algumas vezes para reforçar bem a mensagem, mas passei em frente ao espelho e entendi: chegou a hora. Assim, desse jeito mesmo, de cabelo molhado, sutiã rasgado e cara lavada. Não é sobre as olheiras, é sobre os olhos fixos nos olhos que também se sentam em cima das mesmas olheiras. Os olhos cheios de fúria, sangue e dor, nessa ordem.

Não. Não é isso.

As palavras saem sem que eu precise pensar nelas, elas conhecem o seu caminho porque já se ouviram há mais de dez anos atrás. Fui e voltei por mim e é por mim que continuo indo para que eu possa voltar. Confia, vai passar. No fim do túnel, a luz que vejo é o meu sorriso e me ver do outro lado significa que não importa o quão escuro esteja e nem o quão perdida eu me sinta, vou atravessar.

Portais para o meu passado e do meu futuro se abrem a todo instante e reconheço a voz que fala comigo de outros tempos, é a minha, essa certeza é minha. É ela que me salva, sou eu que me salvo, fui eu que me salvei.

12 de fevereiro de 2023

--

--