265 | 2013

aérea
1 min readMay 29, 2023

Quem é essa pessoa parada diante de mim? Essa que termina de arrumar o cabelo enquanto abre a porta de casa e só tem essas taças porque uma quebrou um dia desses. Intimidade significa não ter que se cumprimentar e entro na sua nova casa como já entrei tantas vezes na que você morava na época em que a gente se conheceu. Eu não tinha nem dezoito e já dez anos se passaram, e de convivência extrema fomos para cada uma em um estado para estarmos brigadas para agora eu estar de novo dormindo no seu quarto que hoje é outro.

E quem sou eu vista da perspectiva de quem me vê pelo seu ponto de vista? Eu que me embrenho em relacionamentos atados e gesticulo expressiva e desastrosamente enquanto falo. Como se preenche no seu campo de visão tudo o que aconteceu enquanto você não esteve presente? Enquanto eu não estive presente? Os cabelos pretos hoje tentam ser brancos, mas ficaram manchados, e os olhos… Será que naquela época eles já olhavam tão nos olhos quanto hoje?

Sempre estivemos em quem já fomos e sempre estamos como um dia vamos vir a ser. Crescemos, mudamos, e as várias pequenas coisas que nos fazem nós crescem e mudam junto com a gente.

27 de maio de 2023

--

--