277 | porque uma cama não é só uma cama

aérea
1 min readJun 10, 2023

É o lugar que te acolhe e que te prende, que te envolve e que te excita, que te bota pra dormir e acordar numa só noite, ou manhã, vez ou outra até de tarde. É o lugar que te sente sem te enxergar e onde todas as dores derretem. Guardiã de tantas lágrimas derramadas em noites em claro e das migalhas que escaparam à boca.

Uma cama não é só uma cama, nem de longe. É a companhia estável que nos mantém no lugar em meio a tanto caos e por nos querer em segurança nos prende a ela, nos seduz e nos adormece. Durante o dia permanece quieta, mas quando a noite chega se esgueira no inconsciente e lá não faz nada, apenas assiste, afinal, ela só pode enxergar no escuro total.

Ela que sabe mais de nós do que nós mesmes, já que em sonho confessamos tudo aquilo que jamais conseguiríamos admitir, que escuta nossos grunhidos, nossos gritos, nossos gemidos e nossos suspiros, nossas respirações pesadas e frustradas de quem não consegue dormir ou entrecortadas, dilaceradas, aceleradas por tudo aquilo que adormeceu sem ser dito.

Camas não contam histórias, as guardam entre os lençóis e se formos sensíveis podemos ouvir todas as vozes que já sussurraram deitadas nelas.

8 de junho de 2023

--

--