76 | guacamole e chocolate

Um por vez começamos a escovar os dentes. A sinfonia acidental logo se torna intencional e disso brincamos como brincamos de tantas outras coisas quando estamos todos juntos. Quase não consigo participar do momento pois, no espelho, vejo por trás do reflexo de agora tantos outros reflexos de tantos outros momentos que ficaram ali armazenados para depois.

Fragmentos da minha vida se espalham em todos os reflexos que já vi e através deles viajo no tempo. Em quantos banheiros já não fizemos o mesmo ritual de escovar os dentes, nos observando e um ao outro, brincando, fazendo caretas, existindo, descansando. Quantos foram os dias que preenchemos o mesmo pequeno espaço do mesmo jeito, nós dois, eu e você, sentados, em pé, um no outro apoiados, sérios, bobos, tristes, cansados.

Novos reflexos agora fazem parte da paisagem e onde por tanto tempo fomos dois agora somos quatro. A vida acontece como e quando a gente menos espera e pelo visto fizemos algo certo pois nossos corações exaustos e apertados hoje respiram aliviados.

Nesse ritual bobo e desajeitado consolidamos a intimidade que queremos por não aguentarmos mais nos prender. A leveza é uma escolha que nesse espaço se faz muito mais fácil e juntos colhemos os frutos que dão cada vez mais e mais sementes. Concordamos, rimos do nada, rimos por nada, brincamos, cantamos, dançamos, cozinhamos, comemos, assistimos, conversamos. Escovamos os dentes.

19 de novembro de 2022

--

--

pelo visto esse é o meu diário

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store