cansei, sabe?

É incrível o poder que uma água batendo na bunda tem de fazer a gente acordar pra vida e parar de ser idiota por motivos completamente inventados e desnecessários. Zona de conforto realmente é um negócio, né?! Pensei que não, mas realmente é. É chato ficar desconfortável e sentir essa pressão e essa raiva e esse incômodo e esse peso e essa tristeza e me sentir ridícula no meio de um monte de coisa que não importa porque nada importa MUITO MENOS eu. Porra, é chato demais! Mas ao mesmo tempo descubro um sangue nos olhos que eu nem lembrava ter e que na verdade faz eu me sentir invencível porque a única coisa que pode me acontecer é cair e se tem uma coisa que uma vida inteira sendo desastrada me ensinou é que eu dou risada quando caio, que o joelho ralado sara e que quanto maior o roxo menos assunto besta eu vou ter que me esforçar pra puxar.

Corre agora um fogo dentro de mim e por mais que eu odeie o fato de ele vir de um ponto de dor eu sei que essa dor só existe porque existe muita coisa boa por trás, e pelo menos esse maldito ponto fica cada vez menos dolorido quanto mais incrível eu tenho vontade de ser. É o famoso taquei o foda-se e sinceramente, foda-se mesmo. Foda-se tudo e foda-se eu também. Cansei, sabe? Cansei de me importar além da conta com coisa que só eu me importo porque o mundo vai acabar daqui a pouco mesmo e ninguém tá nem ligando. Cansei de sentir um monte de coisa e guardar tudo pra mim porque tá todo mundo sentindo um monte de coisa e quem sabe o meu monte tenha algo de parecido com o seu monte e ao botar pra fora eu ajude a gente a talvez se sentir um pouco menos sozinho. Cansei de tentar descobrir quem eu tenho que ser ou quem eu deveria ser ou quem esperam que eu seja ou quem eu mesma espero que eu seja e simplesmente ser quem diabos eu quiser ser hoje. Cansei de me travar. Cansei dos meus bloqueios. Cansei.

Tô é saindo gritando e chutando tudo que é obstáculo que encontro aqui dentro porque chega dessa palhaçada, entendeu? Quero botar coisa minha no mundo, quero ouvir minha voz, quero ver a minha imagem porque eu finalmente sou quem eu sempre quis ser e é tão maravilhoso me ver desse jeito que eu quero ver mais, quero ver até onde eu consigo chegar, quero ver quão longe eu consigo ir e ir ainda mais além. Mais do que ser quem eu sempre quis ser quero ser aquilo que eu nunca nem cogitei que eu poderia um dia sequer pensar em ser. Quero me surpreender comigo mesma e rir sozinha de gargalhar e chorar e ficar com a barriga doendo. Quero olhar para trás e sentir orgulho de todos os caminhos que já caminhei. Quero mais de mim porque tá cada vez mais gostoso ser eu. Então é isso, sabe? Chega. Cansei.

--

--

pelo visto esse é o meu diário

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store