Pensando bem tudo me parece muito estranho. Olho ao redor e não reconheço aquilo que eu achei conhecer, será que um dia soube realmente o que ali havia? Pensei ter descoberto o caminho até entender que caminho não pode ser descoberto porque caminho se faz ao caminhar. Pode ser o que eu quiser que seja ou onde eu simplesmente fui parar. Só vou saber chegando, mas não existe fim então não tem onde chegar. Onde. Onde pressupõe a existência de um lugar em relação a outros tantos. E se não existe relação? E se existe tanta relação que de nada serve tentar apontar? Me vejo flutuando no nada vazio dentro de um enorme tudo que só cresce. Cresce como eu ali. Aqui. Em todo lugar.

--

--

pelo visto esse é o meu diário

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store